Saiba como definir permissões de uso no Windows 7

Recurso ‘Controle dos pais’ restringe acesso a sites e programas.

Deixe sua dúvida ou sugestão na área de comentários.

Ronaldo PrassEspecial para o G1*

Acompanhar o que as crianças estão fazendo no computador é uma tarefa indispensável para os seus responsáveis. Tal procedimento pode evitar problemas, desde o uso excessivo do PC ou até mesmo o bloqueio do acesso a conteúdo impróprio. Não seria ótimo poder definir automaticamente a periodicidade em que as crianças poderão usar o computador, registrar todos os sites que eles visitarem ou os programas que foram executados?

Nessa coluna irei apresentar como usar um recurso do Windows 7 que auxilia na definição de regras de acesso ao PC, execução de programas e determinados games, restrição a navegação em sites de conteúdo impróprio e até mesmo a troca de mensagens com determinados contados no MSN. Através do recurso chamado “Controle dos Pais” também será possível acessar um relatório em que são listadas todas as atividades realizadas no computador.

Definindo os usuários
Para que o Controle dos Pais possa ser habilitado e configurado para monitorar os usuários do PC é necessário que esses usuários tenham sido definidos previamente. Caso você tenha possua apenas um usuário Administrador, será preciso cadastrar os outros usuários que poderão acessar o PC, porém com permissões reduzidas. Para criar novos usuários, clique em Iniciar Painel de Controle > Adicionar ou remover contas de usuário > Criar uma nova conta.

Criando uma nova conta de usuário para que possa ser monitorada pelo Windows (Foto: Reprodução)Criando uma nova conta de usuário para que possa ser monitorada pelo Windows (Foto: Reprodução)

Será preciso informar o novo usuário: a permissão que deve ser concedida é a de “Usuário padrão”. É necessário que os usuários adicionais estejam como “Usuário padrão” devido ao fato de que o Controle dos Pais só consegue atuar para usuários com esse nível de acesso. Se preferir, para esse usuário pode permanecer sem senha.

Configurando o Controle dos Pais
Com os usuários que irão usar o PC devidamente criados, é preciso configurar o Controle dos Pais para que o recurso passe a gerenciar o acesso. Para habilitar o serviço para um usuário específico, clique sobre a imagem correspondente ao perfil que passará a ser monitorado. Localize a opção “Configurar Controle dos Pais” e clique sobre o link.

Habilitando o Controle dos Pais para o usuário selecionado (Foto: Reprodução)Habilitando o Controle dos Pais para o usuário selecionado (Foto: Reprodução)

Ao atribuir ao usuário que o mesmo será monitorado pelo sistema, também é necessário definir qual será o usuário que possuíram privilégios de alterar as permissões, revogar acessos e visualizar o relatório de atividades.

Selecionando a conta de usuário que será monitorada pelo Windows através do Controle dos Pais (Foto: Reprodução)

O Windows Live ID do administrador deverá ser informado, o acesso as configurações do Controle dos Pais ficará disponível para o ID definido na etapa descrita conforme a figura abaixo.

Definindo qual será o usuário com privilégios de administrador (Foto: Reprodução)Definindo qual será o usuário com privilégios de administrador (Foto: Reprodução)

Na página inicial do “Controle dos Pais” ficam disponíveis todas as funcionalidades que o serviço oferece. As definições de restrições, ou até mesmo a desabilitação de alguma modalidade de bloqueio, só poderá ser feita pelo usuário administrador.

Página inicial do painel de controle (Foto: Reprodução)Página inicial do painel de controle (Foto: Reprodução)

Caso existam mais usuários “padrão”, todos eles serão exibidos na página de administração, assim como as permissões que lhe foram concedidas.

Definindo os dias e horários que o PC poderá ser usado
Entre as funcionalidades do serviço de Controle dos Pais, se destaca a que permite definir uma grade de dias da semana e horários que o PC poderá ser usado por um determinado usuário. Para marcar os dias e horários em que o computador estará disponível, basta clicar sobre o retângulo correspondente ao dia e horário de acordo com a sua preferência. Quando marcado em azul, significará que nesse dia e horário o computador estará bloqueado.

Grade de permissões de acesso ao PC (Foto: Reprodução)Grade de permissões de acesso ao PC (Foto: Reprodução)

Esse recurso é útil em situações que os pais possam contar com a garantia de que o PC não será usado em horários sem autorização.

Grade de permissões de acesso ao PC (Foto: Reprodução)Grade de permissões de acesso ao PC (Foto: Reprodução)

Todos os acessos ao PC serão registradas e disponíveis no relatório de atividades. Inclusive as tentativas sem sucesso.

Relatório de atividades realizadas no PC (Foto: Reprodução)Relatório de atividades realizadas no PC (Foto: Reprodução)

Se houver a necessidade de restringir que um determinado programa ou game seja executado, também é possível realizar o bloqueio, conforme a escolha do administrador.

Relação de programas instalados no PC que podem ser liberados ou não ao usuário (Foto: Reprodução)Relação de programas instalados no PC que podem ser liberados ou não ao usuário (Foto: Reprodução)

Para que algum dos programas instalados seja bloqueado, bastará selecioná-lo clicando na caixa de seleção. Já os games possuem uma classificação prévia, que irá variar de acordo com a faixa etária. Através dessa funcionalidade é possível bloquear que o usuário tenha acesso a games que não são apropriados para a sua idade. Ou em medidas extremas, poderá ser bloqueada a execução de qualquer game que esteja instalado no PC.

Classificação de games que podem ser autorizados ao usuário (Foto: Reprodução)Classificação de games que podem ser autorizados ao usuário (Foto: Reprodução)

Uma dica para evitar que a proteção oferecida pelo Windows possa ser burlada é deixar a sequência de inicialização do PC em que apenas o HD seja procurado pelo processo de boot. Com isso não seria possível iniciar o PC usando um pen drive com um sistema operacional instalado ou então através de um um Live CD. Essa configuração é definida na BIOS, a qual também se recomenda que esteja protegida por senha.

Conhecer e usufruir de todos os recursos que o sistema operacional é uma decisão que poupa tempo, e em muitos casos permite que o PC seja um aliado na educação das crianças. Vale salientar que, além de recorrer aos recursos descritos na coluna, os pais devem procurar estar informados sobre os riscos que infelizmente as crianças e adolescentes ficam expostos enquanto navegam na internet. Mas também é necessário sempre buscar o diálogo sobre o assunto, além de adotar o uso de uma ferramenta de controle.

* Ronaldo Prass é programador de sistemas sênior e professor de linguagens de programação em cursos de extensão universitários. É ao mesmo tempo um entusiasta do software livre e macmaníanco. Nem por isso deixa de conferir o que está rolando nas outras tecnologias. Na coluna “Tira-dúvidas”, ele vai dar dicas para tornar o uso do computador mais fácil e divertido, além de responder as dúvidas dos leitores na seção de comentários.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s