Tonalização HDR no Photoshop CS6 É Muito Fácil

Quem gosta de HDR já deve saber que no Photoshop dá pra obter o efeito mesmo sem ter as imagens em diferentes exposições para criar o efeito de forma “autêntica”. E com o Photoshop CS6 dá pra fazer isso mais fácil ainda, usando o comando Tonalização HDR.

HDR, sigla de “Alto Alcance Dinâmico”, é a técnica de unir imagens com diferentes exposições (a quantidade de claridade) para obter algo próximo ou pelo menos mais parecido com o que nossos olhos conseguem ver. Isso porque o sensor das câmeras, mesmo que sejam as mais modernas, não conseguem captar toda a variação de luz numa mesma cena que nossos olhos.

Já deve ter acontecido com quase todo fotógrafo amador (e até profissionais): ao tirar uma foto num ambiente iluminado, as partes mais sombrias ficam muito escuras, às vezes pretas; mas quando estávamos lá olhando dava pra ver legal… Infelizmente ainda não temos câmeras com o mesmo alcance dinâmico dos nossos olhos, e pra isso técnicas como o HDR ajudam.

Leia também → Tutorial: Efeito Fácil de Falso HDR no Photoshop

Só pra comparar, o alcance dinâmico dos olhos podem chegar a 1,000,000:1 (consegue captar variações de luminosidade de até 1 milhão de vezes), enquanto boas câmeras ficam perto dos 10,000:1 (dez mil). Fontes: Stack Exchange e Wikipedia.

HDR “Tradicional”

Como exemplo, vamos usar as imagens abaixo. É a mesma cena com diferentes níveis de exposição (obtidas através de software, não é o ideal mas deve servir ao nosso propósito).

Note que cada uma revela diferentes detalhes: a mais clara mostra partes da construção que não são visíveis nas mais escuras; essas, por sua vez, revelam melhor os contornos de objetos escuros e detalhes do céu e nuvens.

Imagem normal, exposição média

Imagem com exposição baixa

Imagem com exposição alta

O ideal é obter as três ou mais exposições com a câmera (e não fazer a gambiarra que fiz aqui, pegando uma imagem pronta e alterando seus níveis). De qualquer forma, vamos usar a função HDR do Photoshop com essas do exemplo.

No Photoshop, siga ao menu Arquivo > Automatizar > Mesclar para HDR Pro

Comando Mesclar para HDR do Photoshop CS6

Clique em Procurar para selecionar as imagens que vai mesclar. Lembre-se que elas devem ser exatamente a mesma cena, variando apenas as exposições.

Se for tirar você mesmo as fotos, trate de usar um tripé para evitar qualquer trepidação, que mesmo mínima vai causar efeitos desagradáveis no resultado final. Algumas câmeras tem inclusive um comando para tirar rapidamente várias fotos com diferentes exposições, confira se a sua tem essa função.

Quando as imagens estiverem selecionadas, clique em Ok.

Janela de diálogo do Mesclar para HDR do Photoshop

Quando surgir a janela de definição de EV (valor de exposição), você pode aceitar o padrão, caso tenha tirado as fotos (o programa vai reconhecer os dados EXIF dados pela câmera), ou alterá-los caso tenha “criado” as imagens com exposições modificadas.

Por exemplo: eu parti da imagem de exposição média, e com ela criei a superexposta e a subexposta. A foto de exposição média (a “normal”), deixei em ISO 100.

Na imagem de exposição "média", deixe o ISO inalterado (100)

Na imagem mais clara, o valor da exposição deve ser maior, então atribuí um ISO de 200 para que o programa “entenda” que aquela claridade foi causada pela maior sensibilidade do sensor.

Na imagem mais clara, um ISO maior: 200

Na mais escura, um valor de exposição menor, então usei ISO 50. Confirme clicando em OK.

Nessa, o valor do ISO menor (50), pois a imagem é mais escura

Na janela de HDR, você pode usar os controles deslizantes para alterar muitas configurações, como Saturação, Gama e Intensidade. Em Predefinição, há vários com efeitos interessantes que você pode (ou deve) experimentar.

Janela de predefinições e ajustes de HDR no Photoshop

Repare que na imagem mesclada, o “melhor” da exposição das três imagens deve ser captada: detalhes da edificação, a vetegação ao fundo, nuvens. O pior é descartado: sombras duras, brilho muito forte no céu.

Comandos deslizantes da janela de HDR no Photoshop

Ficou assim (a imagem não era a ideal, veja que ainda ficou um pouco de granulação no céu):

Imagem após HDR

Método 2: Tonalização

Esse é bem mais fácil e indicado especialmente para imagens únicas, embora nem sempre (ou quase nunca) o resultado fique melhor do que o obtido com múltiplas fotografias.

Só precisamos de uma imagem, no caso, aquela de exposição média. Abra-a no Photoshop e siga ao menu Imagem > Ajustes > Tonalização HDR.

Tonalização HDR no Photoshop

A janela de ajustes é parecida com a do HDR, incluindo os mesmos controles. Ainda tem um controle de curvas e também várias predefinições.

Veja que nesse caso mudei um pouco, aumentando o nível de detalhamento, pois a granulação do céu não ficou tão aparente. Quando estiver satisfeito com seus ajustes, clique em OK.

Janela de ajustes da Tonalização HDR

Resultado do método 2:

Resultado após a aplicação da Tonalização HDR

HDR rende belos resultados com as imagens certas, mas se aplicado em qualquer uma e sem critério, não fica legal; então escolha imagens com grandes variações de exposição, como umas áreas muito claras e outras muito escuras.

Espero que o exemplo tenha servido para ilustrar o funcionamento dessa ferramenta do Photoshop. Faça seus próprios testes.

Imagem: Spanish Church at Sunset, de Graham Briggs

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s