Tutorial de Corel Draw 11 – Um Apartamento

UNICENTRO IZABELA HENDRIX DA IGREJA METODISTA Curso de Arquitetura e Urbanismo – Disciplina de Informática Aplicada à Arquitetura

Tutorial de

Corel DRAW 1 Apresentação de Arquitetura em Computador

Elaborado por:

Ezequiel Mendonça Rezende Abril / 2003

Tutorial de Corel Draw 1

Este tutorial lhe ensinará como fazer um projeto de apresentação de arquitetura utilizando o Corel Draw 1.

Vários recursos serão utilizados no processo. O exemplo apresentado é de um apartamento de um total de quatro no andar do edifício. No final você terá uma planta arquitetônica humanizada, pronta para ser impressa.

1 Configuração inicial do desenho:

Quando iniciado o Corel Draw 1, este lhe apresenta uma tela de Bem-vindo, permitindo a sua escolha para começar um novo gráfico, ou outras opções.

Escolha Novo Gráfico.

Após iniciar o Corel Draw 1, este lhe apresentará a tela abaixo, pedindo que você configure um desenho para início de seu trabalho. Você também poderá começar o seu trabalho por um desenho protótipo (opção modelo do menu acima) previamente configurado.

Configure inicialmente o tamanho do papel que você utilizará (A3 no nosso exemplo), depois configure a posição do papel (formato paisagem), em seguida configure as unidades de medidas (centímetros).

Em seguida configure as unidades de escala e a sua grade de trabalho. Para isso de dois clicks rápidos na régua e aparecerá o quadro de diálogo Opções mostrado abaixo.

Ou sobre a régua utilizando o botão direito do mouse aparecerá um menu flutuante e escolha Configurar grade.

Após estes procedimentos, ainda dentro do mesmo quadro de diálogo Opções, configure a escala do seu desenho para 1:50 (atenção: verifique se você realmente configurou as suas unidades em centímetros – deve ficar no quadro de Escala de desenho: 1,0 centímetro = 50,0 centímetros).

Definido a escala, escolha agora um valor para a sua grade de trabalho. Um valor de grade utilizado normalmente em arquitetura será 5 em 5 cm quando trabalha-se com desenhos de plantas humanizadas de interior. Você pode especificar a grade por valores de Freqüência ou por Espaçamento, sendo:

Freqüência:

No Corel Draw 9, 10 e 1, para calcular o valor da freqüência da grade com um valor de 5 em 5 será sempre de 0.2 independente da escala configurada. É calculado com a formula: 1 / valor de grade → 1 / 5 = 0.2 ).

No Corel Draw 8.0, para calcular o valor da freqüência de grade com um valor de 5 em 5 e na escala de 1:50: divida 1 pelo valor da grade desejada multiplicado pela escala, exemplo: 1 / (5 x escala) → 1 / (5×50) = 0,004

Espaçamento:

No Corel Draw 9, l0 e 1, para calcular o valor de espaçamento da grade com um valor de 5 em 5 na escala de 1:50, divida o valor da grade pelo quadrado da escala, exemplo: 5 / escala2 → 5 / 502 = 5 / 2500 = 0.002

No Corel Draw 8.0, para calcular o valor de espaçamento da grade com um valor de 5 em 5 na escala de 1:50: divida o valor da grade desejada e pela escala, exemplo: 5 / escala → 5 / 50 = 0,1

2 Exportando o desenho do AutoCAD para o Corel Draw 1:

O Corel Draw 1 já está pronto para importar o seu arquivo DXF do seu programa de CAD favorito. (se você também desejar, poderia desenhar toda a sua planta de arquitetura no Corel Draw 1).

Lembramos que o Corel Draw 1 importa muito bem os arquivos no formato DWG do AutoCAD r12 ao 2002, mas não importa arquivos do AutoCAD 2004. Se você utiliza o AutoCAD 2004, você deverá salvar em DWG ou exportar em DXF utilizando um formato de arquivo mais antigo, como o DXF do AutoCAD r12.

Para que o seu arquivo não venha com erros para o Corel Draw 1, dentro do AutoCAD você deve:

ƒ Criar todo o seu desenho com polilinhas fechadas (utilize para tal os seguintes comandos do AutoCAD: Pline,

Bondary, Rectangle, e edição com Pedit) ƒ Complete o seu desenho com polígonos para pisos, móveis, bancadas, etc.

ƒ Se você desejar que sua planta humanizada tenha paredes com traços duplos (representação de alvenaria e revestimentos), faça o comando de offset com um valor de 3 cm para dentro da parede, e coloque estes novos polígonos em um novo layer (por exemplo layers parede e revestimento). Este efeito também pode ser feito dentro do Corel Draw 1 utilizando a ferramenta Contorno (explicado no capitulo 5). ƒ Lembre-se que blocos de vaso sanitário, pias, geladeiras, etc, não precisam ser exportados para o Corel Draw 1.

ƒ Veja a dimensão máxima do seu desenho, tanto na horizontal, quanto na vertical. Isto será importante, já que os polígonos quando importados passarão para as unidades de polegadas. Dica: desenhe um retângulo maior que todo o seu desenho, mas de um valor redondo, fácil de corrigir com todo o desenho no Corel Draw 1 (no nosso exemplo, foi desenhado um retângulo de 2000×1500 cm). ƒ Renomeie os seus layers para nomes mais legíveis.

ƒ Os textos também podem ser exportados, mas a entidade Mtext do AutoCAD não será um parágrafo contínuo, mas sim várias linhas de texto.

ƒ Relembramos que o Corel Draw 1 importa muito bem o formato de arquivo do AutoCAD (DWG), mas se você tiver problemas com o formato DWG (principalmente utilizando o Corel Draw 8.0 ou 9.0), dentro do AutoCAD vá ao menu File e Save As e salve o seu desenho com o formato DXF para o AutoCAD r12/LT2 (As versões 8.0 e 9.0 do Corel Draw importa melhor o formato AutoCAD R12 DXF).

3 Importando o desenho para o Corel Draw 1:

Agora dentro do Corel

Draw 1, vá ao menu Arquivo ¾ Importar, e abrirá o quadro de diálogo de importação de arquivos. Escolha o tipo de arquivo a ser importado (DWG ou DXF).

Durante a importação a opção Manter camadas e páginas deverá ser marcada para que o Corel Draw 1 importe também os layers existentes no AutoCAD.

Somente para o Corel Draw 10 e 1:

Durante a importação do arquivo do AutoCAD aparecerá o quadro pedindo a configuração da Projeção em 3D do desenho (normalmente em vista TOP) e a escala (escolha Automática) e Importar curvas como (escolha Curvas).

Como você percebeu, o Corel Draw 1 permite também trabalhar com a escala já na importação, mas se desejar utilizar esta configuração de escala em unidade métrica, você também deve desenhar no AutoCAD utilizando metros e configurar a página no Corel Draw 10 para escala de 1=1 para fazer a importação. Após a importação, você deverá novamente configurar a escala da página para 1=50 ou para a escala que você vai trabalhar.

Durante a importação o Corel Draw 1 pode não achar a fonte utilizada no AutoCAD, e então será sugerido uma nova fonte: Click em OK para continuar.

4 Acertando as dimensões do desenho

Após a importação, o desenho aparentará com a situação acima, visualizando a área da página, o meu retângulo auxiliar para a correção da escala, com o desenho de arquitetura dentro deste.

ƒ Com dois clicks na Ferramenta de Seleção, todos objetos serão selecionados (ou menu Editar ¾ Selecionar

Tudo ¾ Objetos)

ƒ Para visualizara melhor os objetos, click com o botão esquerdo do mouse sobre uma cor cinza da Paleta de Cores e com o botão direito na cor preta. Também click na ferramenta contorno e coloque todo o desenho com linhas de 1/2 ponto.

ƒ No Corel Draw 10, as polilinhas importadas do Auto CAD estão vindo como curvas abertas (parece ser um bug do programa). Você deve clicar no botão Curva de Fechamento Automático para poder fechar as curvas e colocar preenchimento (Paciência: tem que ser curva por curva!).

Uma outra solução para o problema é configurar em Ferramentas ¾ Opções ¾ Documento ¾ Geral, e marcar Preencher curvas aberta:

Alerto que esta opção pode não ser muito boa, pois quando necessitar de uma curva aberta sem preenchimento, você deverá selecionar a curva e clicar na opção Sem Preenchimento da paleta de cores:

ƒ Na Barra de Propriedades, o local com a informação de Tamanho dos Objetos, mostrará uma medida errada para os objetos selecionados (no nosso exemplo: 1396,0×1047,0). Para corrigir esta medida, primeiro feche o Cadeado de dimensionamento não-proporcional.

ƒ Após isso corrija o valor para o tamanho real do retângulo desenhado no AutoCAD (no nosso caso: 2000×1500). ƒ Em seguida, já pode apagar o retângulo auxiliar. Cuidado para ele não estar agrupado com outros objetos, pois isto pode acontecer, e se você apaga-lo, também apagará um outro objeto do desenho que faz parte deste agrupamento. Para ver se é um objeto agrupado, remova a seleção de todos objetos e selecione somente o retângulo, e observe a barra de status do Corel Draw 1. Nela poderá visualizar algo como

. Neste caso está indicando que este objeto selecionado é um grupo de dois objetos que estão no layer PAREDE do Corel Draw 1.

ƒ Na mesma Barra de Propriedades, click no botão Desagrupar tudo para separa estes objetos ƒ Remova novamente a seleção dos objetos e selecione somente o retângulo auxiliar

ƒ Observe que o Corel Draw 1 reconheceu o retângulo selecionado como uma curva (qualquer polígono do

AutoCAD será uma curva para o Corel Draw 1). Isto indica que realmente só o retângulo está selecionado. Agora você pode apaga-lo.

5 Organizando os layer (Camadas)

No quadro de Gerenciador de Objetos (menu Ferramentas ¾

Gerenciador de Objetos), você poderá controlar as camadas (e objetos) que foram importadas do AutoCAD.

Agora você deverá organizar as camadas no Corel Draw 1. Organize as camadas por ordem de visibilidade. Lembre-se que a camada que está mais embaixo será encoberta pela que está mais acima. Uma boa maneira de organiza-las será colocar a camada de TEXTO em primeiro lugar e as de PAREDES mais no final, e por último a camada de PISO abaixo da camada parede, e é claro, abaixo de todas camadas a camada GRADE.

Para mudar a ordem das camadas, basta arrasta-las pelo nome uma sobre a outra.

Por fim renomeie a Camada 1 para MOBILIA e coloque em ordem abaixo da camada TEXTO.

Veja o quadro de Gerenciador de Objetos a seguir:

Para visualizar com menos informações e para poder editar com mais facilidade, ligue os três botões abaixo do gerenciador de objetos:

1- Mostrar propriedades do objeto 2- Editar em todas as camadas 3- Exibição do gerenciador de camadas

6 Começando a edição

Para começar a edição do seu desenho, inicialmente, tente arrasta-lo para um ponto de snap dentro da sua folha. Por exemplo, a figura abaixo mostra um ponto superior esquerdo do desenho coincidindo com um ponto de snap. Isto é desejável quando o seu desenho original também foi feito com algum valor de snap (no caso de 5 em 5 cm). Lembre-se que a configuração do snap e da grade foi feita no Capitulo 1. Se sua grade não estiver com uma configuração de 5×5 cm, você deve refazer os passos de configuração de grade e escala.

ƒ Selecione todo o desenho com dois click na Ferramenta de Seleção (não esqueça de ligar e de destravar todas as camadas), aproxime com o Zoom da área deixando visível uma pequena parte do desenho e a grade. Aponte para uma parte do desenho e arraste até conseguir que caia dentro do snap.

ƒ Cuidado para não arrastar somente parte do projeto. Se isto ocorrer, desfaça a ação e repita até conseguir mover todo o projeto.

ƒ Feito isso, volte para o Zoom para página (utilize as teclas F3 e F4 para um zoom mais rápido), para visualizar todo o desenho.

ƒ Volte ao Gerenciador de Objetos e desligue a visibilidade (olho) de todas camadas, deixando visível e corrente somente a camada ACABAMENTO.

ƒ Selecione todos objetos desta camada e na Barra de Propriedade click na opção Desagrupar Tudo (que você provavelmente já fez anteriormente após a importação). Após esta ação, poderá ler na Barra de Status o número de objetos na camada ACABAMENTO.

ƒ Verificando com mais atenção o desenho abaixo da planta de arquitetura apresentada, observará que próximo aos banheiros existe um shaft de ventilação. Este na realidade é um vazio, e não um retângulo com cor. Poderia-se preenche-lo de cor branca, mas não seria o ideal. A solução será combina-lo com a parede em questão.

ƒ É possível que o retângulo do shaft esteja atrás da parede. Para mudar de ordem dos objetos, utilize o conjunto de teclas Ctrl+ Page Up ou Shift Page Up para mandar para frente ou Ctrl+Page Down ou Shift Page Down para mandar para atrás da parede.

ƒ Para fazer isso, remova a seleção de todos objetos e selecione apenas os dois em questão. Para isso, utilize a

Ferramenta de Seleção com a tecla Shift pressionada. Na Barra de Status aparecerá escrito: 2 objetos selecionados em ACABAMENTO. ƒ Na Barra de Propriedades aparecerá o botão Combinar. Click neste botão e os objetos serão combinados.

O mesmo caso acontece com a parede da escada de incêndio e duto de ventilação. Repita o procedimento para este lugar.

Depois de tudo pronto nesta camada, você pode agrupa-la em um só objeto. Para isso selecione todos objetos e na Barra de Propriedade click no botão de Agrupar. Agora aplique a cor branca a estes objetos. ƒ Volte ao quadro de Gerenciador de Objetos e desligue a visibilidade (olho) e trave a edição (lápis) da camada

ACABAMENTO e ligue e torne corrente a camada PAREDE.

ƒ Repita todo o procedimento de edição para a camada PAREDE. Aplique a cor preta a estes objetos. Finalizando, trave a edição desta camada.

ƒ Mude a camada corrente para PORTA e aplique a cor preta a todos objetos e agrupe-os depois. Também trave a edição desta camada.

ƒ Mude a camada corrente para JANELA e aplique a cor preta a todos objetos e agrupe-os depois. Também trave a edição desta camada.

Uma outra solução para fazer o efeito da parede com o seu acabamento (considerando que só exista o polígono de fora – o polígono que estamos chamando de acabamento), é utilizar a Ferramenta de Contorno interativo, selecionando o polígono da parede, colocando-o de cor branca e aplicando o efeito de Contorno com as seguintes configurações:

1 – Contorno interno 2 – Etapas de contorno: 1 3 – Deslocamento de Contorno: 3,0 cm 4 – Cores de contorno lineares 5 – Cor de contorno: preto 6 – Cor de preenchimento: Preto

7 Simulando um granito

O Corel Draw 1 tem uma rica biblioteca de texturas. Para as bancadas dos banhos é interessante aplicar alguma delas.

Mude a camada corrente para BANHO. Desagrupe os objetos e selecione apenas uma bancada. Na Ferramenta Preenchimento, selecione a Ferramenta de Diálogo Preenchimento de Texturas.

Selecione a Biblioteca de texturas Estilos, e na Lista de Texturas, selecione Mineral Fractal 2C. Ckick em Ok.

Depois de aplicada a textura, agrupe os objetos desta camada. Também trave a edição desta camada.

Mude a camada corrente para COZINHA.

Desagrupe os objetos e selecione apenas uma bancada. Na Ferramenta Preenchimento, selecione a Ferramenta de Diálogo Preenchimento de Texturas.

Selecione a Biblioteca de texturas Exemplos 8, e na

Lista de Texturas, selecione Cimento. Se desejar, pode escolher uma cor mais clara para a textura, modificando a cor da opção Sombra. Ckick em Ok.

Depois de aplicada a textura, agrupe os objetos desta camada. Também trave a edição desta camada.

verifique que eles estão agrupados. Desagrupe-os e selecione apenas um objeto

Desligue todas as camadas e deixe visível e destravada apenas a camada PISO. Selecione um objeto do piso e Agora colocaremos um degrade para a representação do piso:

Nas Ferramentas Preenchimento escolha a opção

Diálogo Preenchimento Gradiente (segundo ícone), e abrirá um quadro de diálogo Preenchimento Gradiente.

Configure para preenchimento do tipo Linear, com a opção de ângulo que você desejar (basta dar um click no quadrado em degrade para modificar o ângulo), modifique a mistura de cor dando um click nos quadradinhos De: e Para: Escolha a cor desejada e finalmente aplique no objeto desejado.

Para repetir a cor ou mesmo pegar uma cor ou textura já existente no seu trabalho, primeiro selecione o objeto a ser preenchido

e vá ao menu Editar ¾ Copiar propriedade de e abrirá o quadro

Copiar propriedades.

Selecione Preenchimento e click em OK. Aparecerá um seta que você deve apontar para o objeto que tem o preenchimento a ser copiado.

Também se você quiser pegar uma cor ou textura já existente em seu desenho, pode selecionar o botão

Conta-gotas e configure para na Barra de propriedade o conta-gotas para Preenchimento/contorno. Para pegar o preenchimento, de um click sobre a cor ou textura que você quer pegar.

Mude para a ferramenta Lata de tinta e click sobre o objeto a ter o preenchimento escolhido.

Um outro modo de copiar a cor ou preenchimento de um objeto, ou a linha e a cor da linha de um objeto, basta selecionar o objeto que tem a cor desejada e arrastar o pequeno retângulo que aparece na barra de status para o objeto que você deseja preencher.

8 Simulando um piso de cerâmica

Se você desejar, também pode colocar um quadriculado nos pisos dos banheiros, varanda e cozinha, simulando uma cerâmica. Antes porém, teremos que criar uma camada específica para esta cerâmica.

Para isto, siga os passos a seguir: 10

No Gerenciador de Objetos crie uma nova camada chamada CERAMICA, click no botão Nova Camada.

ƒ Coloque a ordem da camada CERAMICA logo acima da camada PISO. ƒ Ligue a visibilidade das camadas PISO, PAREDE e ACABAMENTO.

ƒ Ligue a opção de Snap a Objeto, bastando para isto, dar um click em uma parte vazia do papel, mostando a Barra de Propriedade sem seleção, e ligando o ícone

de alinhar pelos objetos (object snap). Pode-se também ligar a opção alinhar pelos objetos, utilizando o menu Layout ¾ Alinhar pelos objetos. ƒ Configure a duplicação de objetos para um deslocamento de 20 cm no X e 0 cm

no Y

ƒ Utilizando a ferramenta Curva de Bezier desenhe uma linha vertical junto à parede e duplique com o comando “Ctrl+D”, devendo ficar como os desenhos abaixo:

Com a Ferramenta de Seleção (Pick Tool) Abra uma janela de seleção, selecione todos os objetos e combine todos com o comando Combinar (Combine) (ou menu Organizar ¾ Combinar).

Pode ficar mais interessante se você duplicar a cerâmica já combinada e move-la um pouco para o lado e mudar a sua cor para branco.

Para isto: ƒ modifique os valores de duplicação para X=2cm e Y=2cm.

ƒ duplique utilizando o “Ctrl+D”

ƒ modifique a cor da linha do duplicado para branco (de um click com o botão direito sobre a cor branca da paleta).

Repita a operação para o outro banheiro, cozinha e varanda.

9 Simulando um piso de tábua corrida Pode-se utilizar a mesma técnica anterior para fazer uma simulação de piso de tábua corrida:

ƒ No Gerenciador de Objetos crie uma nova camada chamada TABUA. ƒ Coloque a ordem da camada TABUA logo acima da camada CERAMICA.

ƒ Ligue a visibilidade das camadas PISO, PAREDE e ACABAMENTO.

ƒ Ligue a opção de Snap a Objeto, bastando para isto, dar um click em uma parte vazia do papel, mostrando a barra

de propriedade sem seleção, e ligando o ícone de alinhar pelos objetos (object snap). Pode-se também ligar a opção alinhar pelos objetos, utilizando o menu Layout ¾ Alinhar pelos objetos.

ƒ Configure a duplicação de objetos para um deslocamento de 20 cm no X e 0 cm no Y.

ƒ Utilizando a ferramenta Curva de Bezier desenhe uma linha vertical junto à parede do quarto e duplique com o comando “Ctrl+D”, devendo ficar como o desenhos abaixo:

ƒ Com a Ferramenta de Seleção (Pick Tool) Abra uma janela de seleção, selecione todos os objetos e combine todos com o comando Combinar (Combine) (ou menu Organizar ¾ Combinar)

ƒ Utilizando a Ferramenta Forma (Shape tools), selecione o objeto que representa a tábua corrida e com uma janela de seleção, selecione os nós que excedem fora do quarto.

ƒ Leve a seta da ferramenta sobre um dos nós selecionados, e junto a esta seta aparecerá uma pequena seta de quatro pontas, indicando que é possível mover todos os nós selecionados. ƒ Mova os nós para baixo com a tecla “Ctrl” pressionada, assim forçando que o movimento seja ortogonal.

ƒ Aponte para um nó mais abaixo que pertença à parede, para que o Snap para Objeto o localize.

ƒ Quando estiverem no local desejado, solte o botão do mouse.

ƒ O seu desenho deverá ser parecido com o abaixo:

10 Inserindo mobílias

Se você já tem uma biblioteca de mobiliário, ótimo, senão, você deverá criala uma a uma.

Para colocar um símbolo no seu desenho:

ƒ Mude para a camada corrente para MOBILIA e trave a edição todas as outras.

Também deixe visível todas as outras.

ƒ Vá ao menu Janelas ¾ Janelas de Encaixe ¾ Livro de Recotes ¾ Procurar e abrirá a janela de encaixe “Livro de Recorte”. ƒ Aponte para o local de sua biblioteca e arraste um símbolo para o seu desenho.

Observe que os símbolos poderão entrar em outra posição, bastando você rotaciona-los:

ƒ Para rotacionar um objeto, de dois clicks seguidos no mesmo até aparecer as setas de rotação em torno do objeto.

ƒ Selecione uma das setas de rotação e com a tecla “Ctrl” pressionada, gire o objeto até a posição desejada. ƒ Depois é só move-lo para posição desejada.

Se desejar melhorar ainda mais o trabalho, você pode colocar uma sombra debaixo da bancada dos banheiros:

ƒ Primeiro configure a Distância de deslocamento para 1cm ƒ Selecione as duas bancadas

ƒ Duplique sem movimentação em X e Y com o sinal de mais (+), no teclado numérico.

ƒ Movimente as novas bancadas com as setas de movimento. Basta utilizar as teclas de seta.

ƒ Envie-as para o fundo utilizando a opção “Shift+Page Down”.

ƒ Mude-as de cor para preto.

ƒ Retire as linhas de contorno dando um click com o botão direito do mouse na Cor X da paleta.

ƒ Aplique um efeito de transparência com o valor de 50%.

ƒ Obs: Este efeito com transparência na sombra pode carregar muito o desenho. Pode-se utilizar apenas uma cor cinza de fundo sem a transparência, que também apresentará ótimos resultados.

Para incrementar ainda mais, pode-se fazer um efeito de luz entrando pela janela dos banheiros, quartos, sala e cozinha:

ƒ Crie uma nova camada chamada LUZ e coloque-a imediatamente acima da camada PISO e abaixo da camada CERAMICA. ƒ Desenhe um retângulo qualquer perto da janela.

ƒ Converta-o em curva. ƒ Utilizando a Ferramenta Forma (Shape tools), selecione um dos nós e modifique a forma para aparentar uma luz entrando no cômodo. ƒ Selecione o objeto e aplique uma cor branca nele.

ƒ Selecione a Ferramenta de Transparência Interativa e aplique a transparência de fora para dentro do cômodo.

ƒ Ajuste o início e o fim da transparência, e também o seu ponto central sobre o objeto se for necessário. ƒ Finalmente, elimine a linha do objeto (de um click com o botão direito do mouse no X da paleta de cor).

O seu desenho deverá aparecer com o abaixo:

ATENÇÃO: Seja moderado com a utilização de transparências, pois se você não possuir um computador poderoso, isto lhe poderá lhe trazer inconvenientes, como perda do desenho por falta de memória, lentidão de processamento e erros durante a impressão.

Finalmente, finalize o seu trabalho repetindo os processos apresentados, principalmente colocando os símbolos (camas, poltronas, mesas, cadeira, armários, tapetes, fogão, geladeira, maquina de lavar, tanque, vegetação, etc.).

Coloque também um formato (crie uma camada FORMATO para isto) e título do desenho, e escala gráfica. Crie também uma escala gráfica, que são pequenos retângulos de 50 em 50 cm ou de 100 em 100 cm, com textos e agrupados por final.

Veja abaixo exemplos de escala gráfica.

O seu trabalho finalizado deverá ser semelhante ao abaixo:

Um outro exercício para executar: 15

1 Imprimindo no Corel Draw 1 Normalmente pode-se imprimir direto do Corel Draw 1, mas em caso de erros, veja as soluções:

Solução 01 – Corrigindo a configuração de impressão

Quando executar o comando Imprimir, aparecerá o quadro ao lado:

Dentro do quadro Imprimir, selecione e configure a sua impressora

Depois de um click no botão Visualizar Impressão

Configurações e selecione a opção Preferências de impressão

Dentro do quadro de Visualização de Impressão, vá ao menu

Dentro do quadro, escolha Compatibilidade de Driver:

Marque a opção: Utilizar aparagem por software para os preenchimentos.

Click em OK e volte ao quadro de Visualização de Impressão. Click em Fechar do quadro de Visualização de Impressão.

E no quadro Imprimir, click no botão Imprimir para começar a impressão.

Solução 02 – Exportando para um arquivo Imagem JPG

Outra solução é exportar o trabalho todo para um arquivo de imagem do tipo JPG e imprimilo a partir do Corel PhotoPaint ou do Adobe PhotoShop.

Para isso vá ao menu Arquivo

→ Exportar; abrirá o quadro de diálogo ao lado:

Neste quadro, escolha em

Arquivos do tipo a opção JPG – Btmaps JPEG. Forneça um nome para o arquivo e click em Exportar. (se você não tiver a opção JPG, é que não foi instalado o filtro de exportação – você precisará do CD-ROM Corel Draw para instala-lo).

Agora aparecerá quadro ao lado:

Escolha neste quadro: Largura e altura (pixel) valores dependente da resolução – o valor máximo será de 10000, alterando a proporção da imagem – isto não pode ocorrer. Resolução (dpi) de 150 a 300 Modo de cor Cor RGB (24 bits) Suavização de serrilhado Selecionar Aplicar perfil ICC Selecionar Manter proporção Selecionar

Atenção: Não adianta escolher uma resolução muito alta para a impressão em uma impressora com a resolução menor do que a escolhida. Isto somente fará o computador ter um processamento lento. Para a maioria dos casos basta uma resolução de 150 dpi.

Agora de um click no botão OK.

Aparecerá o quadro ao lado:

Neste quadro mantenha os valores de: Método de codificação não selecionados Propriedades Compactação 10 % valores altos fornece imagem de pior qualidade

Propriedades Suavização 10 % Subformato Padrão (4.2.2)

Fornece arquivo menor com menor qualidade

Subformato Opcional (4.4.4) Fornece arquivo maior com melhor qualidade

Click no botão OK e está pronto.

— FIM — emr-15-04-2003

Abra o arquivo imagem no Corel PhotoPaint ou no Adobe PhotoShop e faça a impressão normalmente.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s